Alyah L’TORAH


YESHUA, YEHOSHUA OU YAOHUSHUA -TIRE SUA DUVIDA: LIVRO “O NOME DO ETERNO” 71-34925517
28/06/2010, 1:35 PM
Filed under: Geral

 

Qual a fonética correta do nome do mashiach?(MESSIAS, SALVADOR)?

Introduzo esse capitulo, esclarecendo uma das situações intrigantes que temos sobre o nome, Contudo, é evidente que não podemos entender a situação sobre o Nome se não tomarmos como referência o Background (pano de fundo) dos acontecimentos históricos, pois muitos dizem:

EL ou ELOHIM Os cultos mitológicos pagãos primitivos possuíam um ídolo chamado “EL”, que também originaria a forma corrompida “ELOHIM”. Afirmam os relatos mitológicos pagãos que EL vinha a ser pai de BAAL. Para os que já são de alguma forma, familiarizados com as escrituras, irão perceber que o nome “Belzebu”, um dos nomes malignos referidos nas escrituras, tem, na verdade, origem em “Baal zebub” cujo significado é “senhor das moscas”. A forma correta do título escritural original que se refere ao Criador é “UL ou ULHIM (UL-RIM)”, e não EL ou ELOHIM. As palavras originais “UL ou ULHIM (UL-RIM)” possuem o significado de “O Ser Soberano Criador”. A forma UL é a forma singular pura. A forma ULHIM (UL-RIM) é uma forma que pode tanto ser usada para o singular como para o plural, exatamente como ocorre com a palavra “lápis” em português (1 lápis, 2 lápis). A forma original UL e ULHIM (UL-RIM) foi facilmente corrompida para EL e ELOHIM, de modo a introduzir o impostor EL nas invocações dos incautos, e receberem o impostor como se verdadeiro fosse”.

ARGUMENTAÇÃO EFICAZ:

 Veja querido leitor é fácil enganar as pessoas expondo esse tipo de idéia misturando mentiras com verdades. Todavia, o problema dos expositores destes artigos, é que, na falta de conhecimento histórico e técnico do mundo Hebraico. Vejamos a seguir:

As primeiras cidades descritas na Torah em Bereshit (Gemesis) 11:1 em diante, como: Calné, Ereque, Acade e Bavel se localizavam na terra de Shinar, conhecida como Mesopotâmia, hoje o atual Iraque. Qual era a língua falada nesta terra? A língua de SHEM. E qual era língua de SHEM? Hebraica, língua falada dentro de Bavel (Babilônia). Provas encontradas em sitios arqueológicos comprovam esse fato. A língua Santa (Kadosh Lashom) era a língua falada pelos antidiluvianos. A Rebelião começou com Ninrode e se alastrou pela sua mãe que também era sua esposa.

Logo começou a invocação dos demônios (Melahim caídos) e a língua usada para essa invocação era o “Hebraico”. Palavras e nomes santos, que eram atribuídos ao Eterno de Israel, agora passaram a ser usados para invocar estes demônios. Elohim por exemplo é um destes nomes. O Termo “El” nunca foi originalmente criado para invocar os demônios e nem tão pouco um traço lingüístico de uma língua pagã babilônica, uma vez que bavel usava o hebraico e as línguas pagãs começaram depois da torre e da confusão. Por conseguinte o termo “EL” era usado para o Eterno, assim como Elohim é uma expressão plena do caráter do Criador, e na GUIMÁTRIA JUDAICA (ver pág. 156), seu número é “5”, o mesmo numero de Bará (criar), O Sod (Oculto) confirma isso. A mesma regra se aplica para a palavra Adonai (Senhor, marido). Unicamente o Eterno é Adonai, é o Marido, o dono da casa é de fato o Senhor. Agora, se indivíduos rebeldes como Ninrode e aquela geração começaram a usar os nomes Kadoshim (santos) para os demônios, isto não significa que estes nomes não deverão ser aplicados ou usados para o “Eterno”, até por que Eles existiram para a Shekinah do Altíssimo e não para o diabo.

A iguinorância é tão gritante que nem mesmo sabem eles o significado da palavra BAAL; dizem escancaradamente que Baal é um nome de um demônio etc… A palavra Baal significa: Marido, Senhor, dono da casa, expressão milenar tanto usada no hebraico antigo como no moderno Exemplo “Há Ishi Baal há Isha” O homem é marido da mulher ou desta mulher. Outro exemplo em

Mt.1:16 “Rh[¤I C¢L]P D¡p£o¦N X£[©@ M¡I¥X¦N L¢R¢d S¤Q]I-Z£@ CI¦L]D A«W©R¢I¥E”

“E Yakov gerou Yosef, Baal (marido ou Senhor ou Pai) de Myriam do qual nasceu Ieshua.”

  Em outras palavras você poderá usar Adonai tanto para o diabo quanto para o Todo Poderoso. O mesmo se aplica para Baal, você pode usar tanto para o Eterno quanto para os demônios. Por isso ao falar “BAAL” ou “ADONAI” você tem que colocar o nome do Baal ou do Adonai, Exemplo: Baal’Zibull, Baal’Shium, Baal’Moloque. Que Baal você adora? Baal’Zibull ou Baal Eterno Criador? O mesmo vale para Adonai. Por isso é usada constantemente na Tanach, a expressão: “Mi Camorra Baelim Adonai, Iahue DEDI”. Tenho lido muitas coisas acerca da fonética correta do nome do Mashiach na internet, fico surpreso com as discordâncias que há em relação ao assunto que julgo de fundamental importância para nossa salvação, em alguns casos, tenho observado pessoas catedraticamente escoladas no Hebraico, com uma profunda compreensão dos Livros Sagrados (Tanach e da Torah) e deslizam em dizer asneiras tais como: “Ieshua se traduz como Jesus” a correta pronuncia é “Iashua” e compara com veemência a ligação de Ieshua com Ieshu sem o “ain” (“R”) letra hebraica que tem um significado espiritual muito amplo, que também significa “OLHO”…

Em primeiro lugar Jesus não é uma tradução de Ieshua, pois tradução é mudança de letra de fonética, mas não de significado.

Ie Shua (Eu Serei a salvação presente, passado e no futuro).

Assim que se traduz o nome do Mashiach. Outro exemplo de tradução: “House” para Português “Casa” temos aqui mudança de letras e de fonética, mas não de significado. Ieshua (Ie está expresso em diversos nomes de profetas) (Navy) como “Ye” shaiahu, ”Ye” miahu (Jeremias e Isaias)etc. Contudo, se desconectarmos o “R”ain do nome tanto Ya’Shua como de Ye’shua teremos sim um significado espiritual pejorativo, pois Yeshu significa o Messias cego o Demônio assim como “Yashu”. E dessa palavra pejorativa que foi corretamente transliterada para Grego em IESOUS, pois os gregos não pronunciam a letra SHIM “Y” mas sigma; ficando em sua pronuncia Iesous, que hoje se pronuncia Jesus e ai eles querem justificar toda história, vejamos a seguir:

“Jerusalém, em 70 antes do Mashiach, o Rabino perushim Yohanan Ben Zakkay, driblou os comandantes zelotes, que não deixavam ninguém sair da cidade, com a simulação de um cortejo fúnebre, e conseguiram chegar até a barraca de comando do Vespasiano Tito Filho, o general romano encarregado do sítio à cidade do Grande Rei. Isso foi antes de ocorrer o Tishá Beav de 9 de Av.  Vespasiano recebeu o esperto Rabino e aceitou um acordo que ele lhe fez: levar toda a sua Yeshivah para a cidade de Yavné, às margens do Lago da Galiléia. Ocorreu o Tishá Beav: Jerusalém e o BEIT HAMIKDASH foram destruídos a fogo pelos malvados romanos. Destruídos todos os comandantes zelotes da Rebelião. Mais de um milhão de corpos de judeus foram profanados e enterrados nos montes ao redor de Sião. Dos que sobraram em Israel um general Galileu, zelote, Flavio Josefo, aprisionado e colaborando com os romanos, foi o historiador dessa tragédia. Os outros vencidos foram levados e vendidos como escravos nos mercados de Alexandria e das mais importantes cidades comerciais portuárias do mundo. Os AM HA-ARETZ, a plebe, a gentalha, tão execradamente desprezada pelos perushim, correram às cavernas, montanhas inacessíveis e entranhas inabitáveis da Aretz (terra). A Comunidade Nazarena, seguindo as profecias de Yeshua a respeito, safou-se dessa, quando Vespasiano pai correu a Roma e lá, por mais de sete meses, parando as atividades do cerco que foi deixado ao comando do filho, negociou políticamente sua coroação como Imperador.

           Enquanto isso, depois de ter reorganizado a famosa Yeshivah dos perushim em Yavné, reunindo papéis semi-destruídos, sobretudo os da Yeshivah, entre eles, tinham um “rolo” escrito por um nazareno metido, que o tinha feito como se fosse uma “Escritura Kadosh”, Tenho esse texto aquí diante de mim. (O Ben Zakkai, contra tudo o que dizem e ignoram os “scholars” historiadores do texto escritural e o pessoal ekklesiastiano da “Crítica da Forma”, e que tais, não só sabiam da existéncia do rolo, como tinha uma copia dele). O individuo, por cima de tudo, era um levita, que se tornou talmidim de Ieshua de Netzaré: Mattityahu, de nome Muito bem, era preciso combater essa “nova seita” na Aretz e no Galut/Diáspora, assim como o Sanhedrim (sinédrio) Tradicional havia entendido, em passado recente, a cerca de quarenta anos atrás, quando Ben Zakkay era jovem. “O Sanhedrim mandara a Shaul, um jovem não “radical”, mas“ “fanático” porque não tinha discernimento, com cartas de autorização para trazer aprisionado de Dammesek (Damasco) para Jerusalém a esses “nazarenos”; Matá-los todos. Estraçalha-los, trannnchhh! (Ma Aseh Shlechim/At. 9:1-2).

             Em consequencia, o Ben Zakkay adotou logo aquela atitude tacanha e matreira de coronel político dos antigos engenhos da Bahia e de Pernambuco: “Retado”! Se vamos combater o homem, vamos logo “esculhambar” o nome dele! É por ai que se começa!”E aparecem os “Piançó”, “os Panças”, “Corno manso”, “Sete quedas”,  “Engole cobra”, “Zurave”, e que tais”.

          No ano 73 A.C. por influência do Ben Zkkay e desde Yavné se difundiu no Galut e na Aretz o “novo nome” do Messias Nazareno. Que é uma maldição, muito bem armada, como “espécie de armadilha de pegar passarinho”, e se propagou até hoje no Movimento Messiánico. “A maldição: YESHU, que é um acrónimo ou acróstico de YOMAR SHAMEO UZEECHRO que, por sua vez, traduzido ao Português, significa: “QUE SEU NOME SEJA MORTO ASSIM COMO A SUA MEMÓRIA” A essa maldição Yavne juntou a famosa oração SHIMONEH ESREAH”.

Como vemos, a história é clara como realmente a conspiração contra o nome Kadosh Ieshua ou Iashua foi profanado entre as Nações.

“E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo dos céus nenhum outro NOME há dado entre os homens, pelo o qual devamos ser salvos.”

(Ma’asei Shaliachim, Atos dos Apóstolos. 4:12).

Existem na Torah quatro níveis de interpretação das Escrituras que são a base e o fundamento central de sua compreensão, que se harmoniza como todo, o primeiro fundamento é chamado de P’shat, significa simples, é o nível de compreensão direta da leitura das Sagradas Escrituras. Ex: “E disse: Tu és Keifá e sobre esta pedra…” (Mt. 16:18).

Remez: É o segundo nível que significa: se aprofunde mais. Ex: de remez é as parábolas, comparações metáforas etc… Ex: Bereshit (Gn. 3:15).

Drash: Pesquise (Profecias)

Sod: Significa oculto, se refere aos códigos bíblicos secretos, colocados pelo Eterno na Sua palavra; entre os códigos estão a guimátria, que era/é muito empregada pelos profetas, muitas vezes.

Por conseguinte, vamos considerar a aplicação destes quatro níveis de intepretação, para entender melhor sobre o nome do Mashiach.

Yeshua ou Yahushua?

Yahushua

Yahoshua

Yehoshua

Yehushua

Yaohushua

Yaohoshua

Todos esses nomes citados a cima, são escritos em hebraico com as mesmas letras, tendo por tanto o mesmo valor numérico e o significado é o mesmo; “YHVH é Salvação”. No hebraico, cada letra tem um valor numérico, e cada palavra ou nome tem o seu valor numérico, de acordo com as letras que compõem a palavra, isto é chamado de “Guimatria”.

LEIA TODO O ESTUDO COMPLETO ADQUIRINDO O LIVRO NOME DO ETERNO



JUIZO FINAL: ENTREVISTA COM CIENTISTAS DA NASA
28/06/2010, 11:42 AM
Filed under: Geral

ESTA MATÉRIA É MUITO INTERESSANTE

ESTA MATÉRIA É MUITO INTERESSANTE

http://juizofinal.wordpress.com/2010/04/21/nasa-mudancas-climaticas-e-catastrofes-globais-de-2011-a-2017/

aceese esse link e veja…Bombástico



Britannica Encyclopedia Of World Religions
08/12/2008, 1:37 AM
Filed under: Geral

britannica_encyclopedia_of_world_religions

Enciclopédia Britannica das religiões mundiais!

Este documento esta completo.

Gostaria de informar que nosso blog não hospeda nenhum arquivo que não seja de nossa autoria ou sem expressa autorização dos representantes legais.

Este arquivo encontra-se em sites de terceiros! Estamos apenas linkando.

Para ver o documento on-line clique aqui

Para baixar o documento (arquivo .pdf) clique aqui

Caso queira ter esse arquivo em seu computador permanentemente recomendo entrar em contato com a Enciclopédia Britannica e adquirir o produto.



Bíblia Hebraica Stuttgartensia (documento adulterado)
07/12/2008, 9:52 PM
Filed under: Geral

biblia-hebraica-stuttgartensia-with-critical-apparatus_muestra

Bíblia Hebraica Stuttgartensia (documento adulterado)!

Este documento esta incompleto. Indo de Bereshit até Divrei beyit. Estou procurando o documento completo.

Gostaria de ver o comentário do Rosh sobre mais essa adulteração.

Para ver o documento on-line clique aqui

Para baixar o documento (arquivo .pdf) clique aqui



4TORAH.com
07/12/2008, 6:52 PM
Filed under: Geral

logobeta

ENDEREÇO:

http://4TORAH.com

SITE DE BUSCA JUDAICO similar ao google contendo apenas páginas na web com conteúdo e origem verificados. Excelente para página inicial do seu navegador.



LEI MARCIAL FEMAS CONFFINS
24/10/2008, 10:40 PM
Filed under: Geral

ESTE VÍDEO MOSTRA UM DOS PLANOS DA SOCIEDADE SECRETA “ILLUMINATI”.

O VÍDEO MOSTRA:

- INSTALAÇÕES DO FEMA (O QUE SÃO E PARA QUE CONSTRUIRAM).

A REUNIÃO FEITA A PORTAS FECHADAS NO CONGRESSO AMERICANO EM 20 MARÇO ONDE REGULAMENTOU-SE A LEI MARCIAL.

E NUM ESTADO SOBRE LEI MARCIAL QUE NÃO OBEDECER É SUMARIAMENTE EXECUTADO.

Vejam mais vídeos em: http://www.vimeo.com/alleyesonisrael/…

-

http://www.vimeo.com/AllEyesOnIsrael/

Shavua Tov



Bíblia Peshitta
23/07/2008, 10:16 PM
Filed under: Geral

Shalom,

Você sabia que a bíblia amplamente difundida oriunda da septuaginta e vulgata (cristianismo) possui mais de cinqüenta e duas mil adulterações?

Leia a Bíblia Peshitta.

A Bíblia Peshitta é uma tradução baseada nos textos originais (HEBRAICO E ARAMAICO) das Sagradas Escrituras.
A palavra Peshitta vem do termo p’shat que significa “simples”.
O p’shat é o primeiro nível de interpretação das Sagradas Escrituras.

* A melhor versão já traduzida dos Sagrados Escritos;
* Milhares de adulterações já corrigidas;
* Todos os nomes no ORIGINAL;
* Completa (Primeira e Segunda Aliança).
* O Nome do ETERNO DE Yisrael e do Mashíyach FINALMENTE RESTAURADOS.
* Capítulos e versículos omitidos pelo catolicismo foram FINALMENTE RESTAURADOS.

Para todas as pessoas que realmente se importam com a SALVAÇÃO.

Contato:

RobespierreC@gmail.com

evangelhoeterno1@hotmail.com

Tel: (71) 3492-5517 / 8735-7294 / 9186-6088




Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.